Carnes brasileiras são reconhecidas internacionalmente

0

Defesa Sanitária

Cadeia produtiva brasileira é reconhecida pelo alto padrão técnico, qualidade que garante acesso aos principais mercados globais.

Com uma produção que coloca o Brasil entre os maiores exportadores do mundo, a cadeia produtiva de carnes do País é considerada moderna, eficiente e segura pelos mercados mais exigentes. As proteínas brasileiras são classificadas como nobres e, em alguns países, a carne do Brasil chega a ser classificada como um luxo.

Estados Unidos e União Europeia, por exemplo, não comprariam os produtos brasileiros se toda a cadeia produtiva não estivesse de acordo com as mais rígidas normas internacionais. Vender para os EUA é ainda um símbolo de qualidade. Países que não têm um bom sistema de defesa sanitária só importam carnes de nações que vendem para os norte-americanos.

Para garantir o alto padrão dos produtos, o Brasil segue uma série de normas internacionais. Exigências específicas sobre higiene e forma de abate e transporte são alguns dos acordos estritamente cumpridos pelos produtores.

Exportações de carne

Anualmente, 262 mil containers são enviados para 160 países, o que gera uma receita equivalente a 15% do total das exportações brasileiras. Esses números colocam o Brasil como líder global em exportação de carne de frango, bovina e suína.

O Brasil só exporta todo esse volume de produtos por garantir a qualidade. Além da inspeção federal e municipal nos frigoríficos, os mercados com quem o País têm acordo fazem visitas periódicas e vistoriam os seus fornecedores.

A cadeia produtiva brasileira é tão eficiente que, segundo informações do Ministério da Agricultura, até 2020 a produção nacional de carne bovina deve suprir 44,5% da demanda mundial; enquanto a de carne de frango terá 48,1%; e a suína, 14,2%.

Transparência na produção

Os dados de contaminação e qualquer outro problema são públicos e comprovam a eficiência do sistema brasileiro. Em 2016, de 852 mil partidas de origem animal, apenas 0,02% apresentaram alguma violação.

Com esse desempenho, o selo do Sistema de Inspeção Federal (SIF) se tornou um dos carimbos de mais força no mercado internacional, considerado uma garantia de segurança e qualidade. Esse sistema atua em mais de 5 mil estabelecimentos no País e para que um produto tenham essa chancela, precisa cumprir uma série de determinações e regras.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec)

Por Portal Brasil – Publicado: 22/03/2017 15h29.

http://www.brasil.gov.br/economia-e-emprego/2017/03/carnes-brasileiras-sao-reconhecidas-internacionalmente

Compartilhar

Sobre o autor

O agroreporter é um blog sobre o Agro no Brasil e no mundo, trazendo notícias relevantes, agenda com os principais eventos e cursos do setor e conteúdos inéditos para o leitor acompanhar. Fique por dentro! Compartilhe e comente nosso conteúdo nas redes sociais.

Deixe uma resposta